Impulso


Teria tanto a falar para vocês

Tantas surpresas boas nestes tempos

Tanto aprendizado válido na passagem destes pequenos dias

Mas sem dúvida o mais fantástico foi sentir como o tempo passou

Dentro de um vagão de metrô, as pessoas se olhando, não se conhecem

E tudo parece tão vago

A juventude crescendo nas avenidas repletas de cultura e anseios

Eu só queria ser como uma pedra que rola, como as músicas de Bob Dylan

À tempos que a “métrica” fugia do meu alcance, e hoje senti  vontade dela

Senti  vontade de soltar as palavras aos ventos

Cantar a minha vida e os meus sentimentos por ela

E eu digo que sou muito feliz

Digo que esse amor pelas manhãs claras e ensolaradas toma conta do meu espírito e inebria meus sentidos

Só mais uma música!

Não quero sentir dor, nem tristeza, nem qualquer tipo de desordem

Quero os ventos em meus cabelos, quero letras de belas músicas, os belos arranjos, os sentidos perdidos na liberdade dos dias quentes

Só quero crescer meu coração

Só quero a liberdade em minhas mãos

Só quero sentir a vida vindo ao meu encontro.

GiovannaS.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: